Follow by Email

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Não deixes que o "mundo" se encarregue do teu mundo!

Admito, um dos meus maiores desafios, é pensar demasiado nas coisas, e isso pode ser absolutamente incrível, como absolutamente destruidor, chegando ao ponto de não te deixar viver.
Vivemos rodeados de opiniões, vozes alheias... aqui sinto-me um ser completamente comum, pois será também a vossa realidade.
E para quem me lê, longe de mim dizer, sentir sequer que sou perfeita, ou só o que digo e escrevo é perfeito... longe de mim ousar, pois sou, como já disse anteriormente, sou apenas um ser comum, um ser também pecador.
E onde pretendo eu chegar com tudo isto? Quantas vezes deixaste que o "mundo" definisse quem tu és? Quantas vezes deixas te que outras vozes falassem por ti, ou fizessem de ti aquilo que não és. Quantas vezes usaste hábitos, costumes e caminhos que não te pertencem?
Nunca ninguém disse que a caminhada seria fácil, nunca ninguém disse que tudo seria planície. Mas sabes, a cada dia que passa, o "mundo" cada vez menos define o meu mundo. Pois o que eu vivo é algo maior, algo que me leva pelo caminho, algo que me dá força, ânimo e fé. O amor de Deus! Eu vivo o amor de Deus, e ele sim define o meu mundo, me orienta e aconselha, me faz lutar pelo extraordinário em tudo, por Ele, porque quem eu amo, pela família, pelo "mundo".
e digo vos com toda a certeza, mesmo que às vezes me sinta desafiada, Ele será o meu guia, na alegria, na tristeza. Eu sei, eu sinto o amor que ele tem por mim, aquele amor que tem por ti também. E isso dá-me tranquilidade, a tranquilidade de viver!
Viver o meu mundo com a certeza que a sua mão estará sempre estendida para mim, e que Ele sempre me ampara.

Não vivas o "mundo", vive o Amor, este amor de que te falo, pois ele sim é o MUNDO!

"Entretanto, falamos de sabedoria entre os maduros, mas não da sabedoria desta era ou dos poderosos desta era, que estão sendo reduzidos a nada.
Pelo contrário, falamos da sabedoria de Deus, do mistério que estava oculto, o qual Deus preordenou, antes do princípio das eras, para a nossa glória.
Nenhum dos poderosos desta era o entendeu, pois, se o tivessem entendido, não teriam crucificado o Senhor da glória.
Todavia, como está escrito: "Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam";
mas Deus o revelou a nós por meio do Espírito. O Espírito sonda todas as coisas, até mesmo as coisas mais profundas de Deus.
Pois, quem dentre os homens conhece as coisas do homem, a não ser o espírito do homem que nele está? Da mesma forma, ninguém conhece as coisas de Deus, a não ser o Espírito de Deus.
Nós, porém, não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito procedente de Deus, para que entendamos as coisas que Deus nos tem dado gratuitamente.
Delas também falamos, não com palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas com palavras ensinadas pelo Espírito, interpretando verdades espirituais para os que são espirituais.
Quem não tem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, pois lhe são loucura; e não é capaz de entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente.
Mas quem é espiritual discerne todas as coisas, e ele mesmo por ninguém é discernido; pois
"quem conheceu a mente do Senhor para que possa instruí-lo? " Nós, porém, temos a mente de Cristo."
1 Coríntios 2:6-16



Sem comentários:

Enviar um comentário