Follow by Email

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Por quanto tempo vos vou amar... PARA SEMPRE

Ser mãe... existe maior dádiva de Deus? A primeira vez tinha eu 22 anos... uma míuda pensava eu, repleta de medos e receios, os ditos normais para quem vai ser mãe pela primeira vez, sonhava como seria, e várias vezes me questionava... Serei eu capaz de proteger este pequeno ser que habita no meu ventre, a verdade é que fui mesmo capaz, mal o recebi nos meus braços percebi... eu nasci para ser mãe.
É uma magia que nos ultrapassa, que nos leva a atravessar montanhas e a lutar por tudo e com todos só para os ver felizes.
Segunda vez... 26 anos, mais serena voltei a ser mãe, e escusado será dizer que o meu coração cresceu para lá do imaginável, não foram tempos fáceis, mas foram tão gloriosos, tão doces.
Lindos os meus filhos, tão iguais e tão diferentes, cheios de vida e personalidade, tal e qual como eu algum dia os imaginei, pois orgulho-me de todos os valores que lhes vou passando.
Gonçalo, 13 anos, o meu melhor amigo, confidente, parceiro.
Francisco, 9 anos, traquina, aventureiro, doce.

E agora... 35 anos, 12 semanas de gestação... e fui abençoada com gémeos, quem me conhece sabe que sempre disse que o que realmente me preenche é ser mãe.

É um amar mais do que amor, é maior que o nosso ar, que a nossa pele, é ter identidade, deixar identidade, é ser solidário, generoso, é rir, é chorar.

Ser mãe é amar para a vida... até à eternidade... "Até que a alma me doa"

E hoje em dia quando me perguntam... Qual é a sua profissão?... E com brilho no olhar eu respondo... SOU MÃE!













1 comentário:

  1. Olá Mónica e meninas!!!! :)
    Que bonito este teu relato, adorei e identifiquei-me com cada palavra!
    Escolhi-te para participar no desafio TAG.
    Passa pelo meu blogue, depois quero ver essas respostas.
    http://avidanoparaiso.blogspot.pt/2014/01/desafio-tag-about-me-you.html
    Beijinhos de nós as duas, para as três!! ;)

    ResponderEliminar