Follow by Email

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Porque amar-te foi algo que me ficou na pele...

A ti meu amor, aquele que está em mim, na minha pele, no meu Ar...
A ti, que és quem eu procuro em cada Luar
A ti que tatuei em mim...
 
Não fui eu que escrevi o texto que se segue, mas faz todo o sentido...
 
 
 
 
“É isto. É esta urgência. Esta precisão. Como se a vida acabasse amanhã. Como se tivesse de ser agora. Agora ou nunca.

Diz-se amor quando é agora ou nunca.

Nunca quis como te quero. Nunca desejei como te desejo. Nunca soube o que era desejar alguém. Até ti nunca soube o que era desejar. Até ti nunca soube de mim.

Diz-se amor quando até ele nunca soubeste de ti.”





sexta-feira, 26 de julho de 2013

Parabéns Mulher Guerreira!

Conheço-te desde que me conheço!

Sinto que vivi sempre contigo, mesmo longe estivemos perto.
Penso muitas vezes no que já vivemos juntas, as brincadeiras, os sorrisos e também as lágrimas.
Vivemos tão intensamente a vida uma da outra.
Hoje é o teu aniversário, e sinto-nos mais unidas que nunca, e então quero prestar-te homenagem, apenas por seres quem és, por seres amiga, irmã e companheira.
Sei com toda a certeza que iremos estar sempre juntas, porque o que nos une é muito mais que o sangue das nossas mães a correr-nos nas veias.

Parabéns Mulher Guerreira!
Linda e de coração puro!

Adoro-te!