Follow by Email

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Hoje e Amanhã

Caminho em direcção a tudo e em direcção a nada
Vagueio entre o hoje e o amanhã,
Dou de mim apenas a quem merece...

Aprendo...

A vida ensina...

Aquela que outrora se escondia, acordou
Agora nada me pode ferir
Estou mais forte a cada dia
Sonho... e volto a acordar
Tu existes, és real, proteges-me
Envolves-me nos teus braços em cada adormecer
E beijas-me no acordar

Caminho em direcção a tudo e em direcção a nada
Vagueio entre o hoje e o amanhã
Contigo sempre do meu lado...



quinta-feira, 11 de abril de 2013

Gonçalo o princípe encantado!

Fizeste de mim menina mulher, transformaste tudo na minha vida, fizeste-me ver o amor de verdade... Ser mãe, essa partilha de sentimentos que saiem da nossa alma.
Nasceste numa 3a feira... 21:45, eu estava tão nervosa, ia ver-te pela primeira vez, ter-te nos meus braços, lembro-me que sonhava contigo vezes sem conta, e como tinhas crescido dentro de mim de uma forma tão perfeita, amei-te desde o primeiro instante. Tu fizeste de mim a mulher que sou hoje, e juntos caminhamos desde o primeiro dia. Hoje digo-te tantas ao ouvido... "és o meu companheiro... amo-te" e tu respondes com o mesmo ar doce... "eu também te amo mamã"...
Nem sempre é fácil chegar até ti, estás adolescente... o meu bebé cresceu... 13 anos... Oh Deus 13 anos, ainda no outro dia tinhas caracois loiros e gatinhavas...
Sei que és um sonhador, é próprio na tua idade, também sei que é a mim que contas esses teus sonhos, somos os melhores amigos. Fizeste e fazes de mim mais feliz.

Parabéns meu doce... tu és lindo e fazes de mim um ser maior...

Nunca deixes de acreditar... tu és um princípe e eu AMO-TE






sexta-feira, 5 de abril de 2013

Cair...

Vivo todos os meus dias a correr, esqueço algumas partes de mim. Choro, rio, sou feliz, sou infeliz.
Nem sempre me foi fácil viver, bem, nem sempre me é fácil viver. Na maioria das vezes escondo-me no que deveria dizer, no que deveria contar.
Já caí (algumas vezes), já levantei (tantas quantas caí), aprendo, vivo. Cair é aprender, aprender a levantar e a viver de novo. Luto todos os dias, contra o que quero, contra o que não quero.
Sou frágil, sou forte... sou guerreira!
Muitas vezes anulo-me, por amor, por compaixão, por amizade. Não consigo viver egoísta, olho em redor... não sou só eu que sofro, outros mais sofrem. Volto a aprender, cresço, vivo, luto.
Já tomei decisões certas, outras erradas, mas nunca me deixei parada... na inércia. Eu quero viver, e nem sempre viver significa ser feliz, mas eu vivo e sorrio, choro, mas acredito...

O melhor está sempre por vir! E o que hoje nos faz chorar, um dia nos fará sorrir!








quarta-feira, 3 de abril de 2013

O míudo reguila!

Míudo reguila de jeito traquina, sorriso rasgado que vive intensamente, característica da tenra idade. Ainda me lembro na primeira vez que te senti nos meus braços, na primeira vez que os nossos olhares se cruzaram, cabelos negros, olhos de azeitona e pele de seda. Hoje fazes 9 anos e cada dia que passa fazes a minha vida mais feliz, é impossível descrever o amor que sinto por ti, o orgulho que tenho em ser tua mãe.
O meu míudo reguila faz 9 anos... Fecho os olhos e lembro as coisas que todos os dias me ensinas, as piadas que contas, os pequenos teatros, e eu sempre digo... Francisco ainda vais ser ator...
Fecho os olhos e  lembro de quando me dizes logo pela manhã... "mamã tu és tão bonita", enches o meu peito de amor, preenches todos os sentidos da minha vida!
Míudo reguila de jeito traquina, sorriso rasgado, pele morena e olhar doce... tu hoje fazes 9 anos!


Ao meu filho Francisco Torrão que hoje completa 9 anos e que juntamente com o irmão enche o meu coração de alegria!

Amo te filho... um amor sem explicação... Parabéns!!