Follow by Email

sexta-feira, 29 de março de 2013

Olho-te

Tenho saudades do teu abraço... do teu beijo quente... do teu regaço!

Olho-te e vejo... mas não te vejo, tu não me vês, queria abraçar-te, proteger-te! Tenho saudades do teu olhar doce, da tua mão no meu rosto!
Queria poder deitar-me mais uma vez nos teus braços! Tenho saudades do teu abraço!
Do teu beijo quente... Queria viver-te outra vez...

Tenho saudades do teu caminhar, da tua mão dada na minha, das conversas ao final do dia, da troca de olhares que ninguém vê...


domingo, 24 de março de 2013

Escondido

Queria que me visses para além de todos os outros, queria que descobrisses a verdadeira parte de mim. Às vezes um sorriso é uma lágrima, a dança um refugio.

Nunca ninguém descobriu a verdadeira parte de mim, nunca ninguém beijou o meu coração, todos me olham mas ninguém me vê.
Queria que me visses para além de todos os outros, que ouvisses a minha alma, falasses com o meu coração. Que visses a mulher, a essência que guardo no meu peito.
Os tolos fazem juízos do que não sabem, do que na realidade nunca viram, nunca sentiram.
Queria que me visses para além de todos os outros...

Que visses a cor da minha pele, o sorriso que escondo, o coração que protejo...

Eu sou muito mais do que acham de mim... e eu queria que tu me visses!



quinta-feira, 21 de março de 2013

Corpo...

O meu corpo grita pelo teu, anseia por um toque... por um sinal!
Quando nos cruzamos sinto que se falam, conversas que mais ninguém vê, que mais ninguém ouve. Um dia quase se tocaram, mas a timidez do momento interrompeu a vontade, e a partir desse dia o coração bate mais forte, apenas porque estão perto, apenas pelo o aroma e pelo calor.
O meu corpo grita pelo teu, gritos que mais ninguém ouve, que mais ninguém vê!
O tempo devia parar quando eles se cruzam, o tempo devia deixar que a conversa se ouvisse, que eles se tocassem.

O meu corpo GRITA pelo teu!...


sexta-feira, 8 de março de 2013

Hoje aprendi algo novo..


Aprendi um novo olhar, aprendi um novo sorriso, aprendi que para viver é preciso amar, e amar incondicionalmente, não amar por amar, mas sim amar porque se respira o mesmo ar, porque apenas num cruzar de olhares as nossas almas falam e os nossos corações se tocam!
Aprendi que às vezes algo especial acontece e de repente tens nas tuas mãos, o amor, a amizade, o azul do céu, o gosto de mar, o brilho da lua e o calor do sol. Aprendi a ver de olhos fechados, aprendi que para ti basta apenas um sinal, aprendi que acender uma vela e ficar no escuro me faz lembrar de ti.
Aprendi, que todas as palavras que eu calo tu escutas! Aprendi que um dos melhores momentos é quando escutamos a mesma música, quando não estamos perto.
Aprendi que quando estamos juntos, queria que o tempo parasse!
Aprendi que te vejo em cada adormecer e despertar...
Aprendi que estás em mim!

terça-feira, 5 de março de 2013

Hoje vou escrever para ti...

Hoje vou escrever para ti, sim tu que me aqueces a alma, que me mostras o mundo... Vou dizer-te o quanto me fazes bem e o quanto me fazes sorrir... sim tu!

A ti, que tens sempre um carinho para me dar, um olhar cruzado, um sorriso, a ti que me acompanhas, nem sempre em presença, mas sempre em pensamento, a ti que me prometes carinho e me fazes sentir viva.
Hoje vou escrever para ti, que me surpreendes a cada dia que passa, a ti que és doce aos meus olhos e apenas porque os outros não conseguem ver a tua essência.
Queria que todos vissem quem tu és, queria mostrar-te ao mundo, ensinar-lhes o quanto és doce e verdadeiro, o quanto me acompanhas e me conduzes...
Hoje escrevi para ti...

Porque te adoro e porques fazes parte do meu mundo...