Follow by Email

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

O dia perfeito para ser feliz!

Acordo, olho para o relógio, são 7:00 e o dia está a começar... consigo ouvir o comboio, e penso... não vivo assim tão perto da estação é então que começo a viajar...
Crianças brincam no fundo do corredor, enquanto as suas mães conversam, aquela conversa conveniente para uma viagem de comboio entidiante que ambas querem que passe rápido, olho pela a janela e sinto a vida a passar... e ouço mais conversas... histórias, umas alegres, outras mais tristes.
Começo a sentir-me viva, abro a janela para deixar entrar o ar, o cheiro a Primavera e sinto-me ainda mais viva, sonho ainda mais... fecho os olhos e começo a sentir o teu rosto, ainda o tinha nas minhas mãos, sabia-o de cor. Aí começo a sorrir, tu fazes-me sorrir. Lembro o teu jeito engraçado misturado com um olhar doce, a tua segurança enquanto falas e sorrio ainda mais, perguntas-me, (de que estás a sorrir?) Respondo-te com a ternura de sempre que apenas te admiro e que a tua voz me faz sorrir e olhas-me, eu desvio-me... e volto a olhar-te, sinto-te em mim, não que me estivesses a tocar, mas como se já soubesse como seria o teu toque, é então que as nossas mãos se unem e o tempo pára, ficava ali para sempre a sentir o calor da tua mão, o gosto da tua pele.
Volto a sentir o cheiro da Primavera e lentamente abro os meus olhos... vejo o dia perfeito para ser feliz...

A ti que me fazes feliz com o teu jeito simples de estares presente, de seres amigo, de seres doce... A ti que me dizes o que sentes e deixas-me também dizer o que sinto, a ti com quem consigo ser eu sem ter medo... a ti que és ESPECIAL!!!


domingo, 17 de fevereiro de 2013

A vida não é a pessoa que perdeste, ou manhã ou dia passado... É o regresso de um novo dia com esperança e alegria como sobremesa e lembra te em momentos como este, foste Feliz, e voltarás a ser.

Talvez a solução esteja em deixar de nos questionarmos acerca da nossa existência, a vida é para ser vivida, o ar, o azul do céu, o gosto de mar, tudo isto nós faz sentir vivos assim como o sorriso de uma criança no virar da esquina. O amanhã dá-nos a resposta ao que não sabemos hoje.
Mesmo quando vemos um sonho fugido, mesmo aí não devemos caír, logo o vemos explicado. Nós enquanto seres humanos, somos impacientes vivemos na ansiedade de respostas, de ver o imediato realizado e acabamos por não aproveitar o sabor do vento.
Hoje eu sou melhor do que era ontem, algo que não aprendi sozinha, enganado está quem acha que pode tudo sozinho, seja por uma palavra, um olhar, um toque ou um abraço, alguém sempre nos ensina algo.
Não deixar de acreditar, ver sempre o lado bom, ver o erro como aprendizagem, amar mesmo quando nos odeiam, faz de nós um Ser maior.
Eu continuo a acreditar, porque eu sei que estás aí e um dia também vais ser para mim.